Após vídeo polêmico, Ratinho pode ser processado

78

A declaração polêmica de Ratinho sobre a quantidade de gays nas produções da Globo pode ir parar na Justiça. Isso porque a Defensoria Pública de São Paulo entrou com uma representação contra o apresentador do SBT.

Segundo a jornalista Keila Jimenez, do portal “R7”, a iniciativa pede que a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado abra um processo administrativo conta ele.

Caso isso seja levado adiante, resta saber se o vídeo publicado pelo apresentador na última semana será classificado como injúria, lesão corporal ou homicídio, já que não há tipificação de homofobia no Código Penal Brasileiro.

No SBT, que não comenta o assunto, a ordem é deixar Ratinho se resolver sozinho com a Justiça. A emissora não lavará as mãos junto do apresentador – que, vale lembrar, também é sócio do canal.