Concurso do IBGE: Aprovados que fraudaram serão demitidos

46

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deve convocar mais aprovados do último concurso de efetivos para técnico na Paraíba. O motivo é porque dois dos convocados são membros de uma organização que frauda concursos, conforme descobriu-se na “Operação Gabarito”, realizada pela Polícia Civil.

O delegado responsável pela operação, Lucas Sá, confirmou que Kamilla Marcelino Crisostomo da Silva e Alexsandro Camilo de Sousa Barbosa fraudaram a seleção e ambos serão demitidos. “O IBGE já está com o procedimento em tramitação, para a demissão deles”, afirmou.

Kamilla tinha se classificado em segundo lugar no concurso, com 56 pontos. A Polícia informou que ela é esposa do líder da organização criminosa, Flávio Borges. Já Alexsandro fazia parte da logística do grupo e passou no concurso na quinta posição, com 54 pontos.

Ainda foi informadora que entre os aprovados do concurso existem outros fraudadores. “Temos mais suspeitos do IBGE, mas não podemos revelar a qualificação, pois serão alvos das próximas fases”, afirmou o delegado. O concurso é válido até 30 de maio de 2018, para técnico, e 14 de junho do mesmo ano, para analista e tecnologista.