Hoje (14) é um dia especial para a rede estadual de ensino, marca o retorno das aulas de grande parte das 608 escolas estaduais. Em todo o RN, escolas de ensino fundamental e ensino médio regular receberam estudantes para dar início ao calendário letivo de 2019. O Governo do RN disponibilizou mais de 294 mil matrículas para este ano e, até a manhã de hoje, 205 mil foram efetivadas.

Na escola estadual Presidente Kennedy, localizada no bairro de Lagoa Nova, em Natal, o início do ano letivo foi marcado pela acolhida aos novos alunos, como é o caso de Samuel Cabral, que aos seis anos vai estudar o 1º ano do ensino fundamental. “Buscamos diversas instituições, visitamos muitas escolas e escolhemos o Kennedy por ser referência e ter um corpo de professores que terão compromisso com a educação do meu filho”, explicou Richardson Cabral, pai do pequeno Samuel.

Na última avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), a unidade de ensino teve nota maior do que a projetada para 2017 (4,2), alcançando 6,3. “Para nós que fazemos parte desta escola, é um orgulho saber que somos o segundo maior Ideb entre as escolas da rede estadual”, frisou Ângela Maria de Gomes, vice-diretora da escola estadual Presidente Kennedy.

Na próxima segunda-feira (18), será a vez das escolas estaduais de ensino médio em tempo integral retornarem as aulas. Durante essa semana, gestores, professores e equipes pedagógicas das 40 escolas que ofertam ensino médio em tempo integral passam por formação. Na programação, debates e orientações sobre o modelo da Escola da Escolha, metodologia adotada nas escolas em tempo integral. “O tempo integral é uma realidade na educação brasileira. Pretendemos ampliar esse número nos próximos anos”, disse o Secretário de Educação do Estado, Getúlio Marques Ferreira.

O período para realizar matrículas, foi encerrado no último dia 10, mas é possível fazer a matrícula nas unidades que dispuserem de vagas em seus quadros. Basta se dirigir à escola e o gestor realizará a matrícula na hora. O calendário escolar da Rede Estadual de Ensino, conforme prevê a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) contém 200 dias letivos, e seguirá até o mês de dezembro de 2019, em todas as escolas das 16 Diretorias Regionais de Educação e Cultura distribuídas por todo o Rio Grande do Norte.

Intersetoriedade

Ações intersetoriais têm auxiliado na construção de um ambiente mais adequado e seguro para o desenvolvimento do aprendizado dos estudantes. O Governo do RN está reforçando diversos programas, como o Ronda Escolar, que aproxima educadores, líderes estudantis e policiais, favorecendo o monitoramento policial nas áreas das escolas, com o objetivo de inibir violência, venda e consumo de álcool e drogas. “Levamos segurança a comunidade escolar, estando próximos das unidades de ensino”, pontuou a Major PM Soraia Maria Bezerril Castelo Branco, comandante da Companhia Independente de Prevenção ao Uso de Drogas, responsável pelo Ronda Escolar.

Convocação

A rede estadual conta com um quadro de professores de aproximadamente 15 mil educadores e um déficit, oriundo de diversos fatores,- como aposentadorias, licenças médicas ou para qualificação profissional-, estimado de 400. “A SEEC está finalizando um levantamento das necessidades das escolas junto às regionais do Estado para fazermos uma importante convocação de professores para suprimir a demanda existente”, declarou Getúlio Marques Ferreira.

Infraestrutura

Focado em superar deficiência histórica presente em algumas estruturas de prédios escolares, o Governo do Estado tem buscado aprimorar a estrutura das escolas e ofertar comodidade e consequentemente o aprendizado com maior qualidade. Para 2019, os investimentos iniciais são de em torno de R$125 milhões em construção, manutenção e reforma de escolas. “Ao longo deste ano algumas dessas obras serão entregues às comunidades escolares e com isso vamos melhorar ainda mais a Educação do Rio Grande do Norte“, destacou o Secretário.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here