Flávia Saraiva aprova 8º lugar do Brasil: “temos de ir aos poucos”

0
800
Flávia Saraiva ainda disputará final na trave (Foto: Thomas Coex/AFP)

O Brasil terminou em oitavo lugar na final feminina por equipes na ginástica artística, em disputa na Arena Olímpica, na Barra da Tijuca. Apesar de ter ficado em último na bateria, as brasileiras festejaram o resultado, já que foi uma evolução em comparação com Londres 2012, quando o País sequer alcançou a decisão.

Flávia Saraiva disse ao Portal da Band que o futuro da ginástica será promissor. “Gostei muito do resultado, porque a gente está entre os oito melhores do mundo. A gente melhorou desde o último Mundial. Sabemos que não podemos comer tudo de uma vez. Temos de ir aos poucos para não atrapalhar”.

As meninas do Brasil ainda terão três disputas individuais. Para se concentrar apenas na disputa da final da trave, Flávia Saraiva abriu mão da final individual geral. Sua vaga será ocupada por Jade Barbosa. Outra brasileira classificada é Rebeca Andrade, que também fará a final do individual geral, no próximo dia 11.

Após a prova desta terça-feira, Rebeca também destacou a evolução da ginástica brasileira nos últimos anos. “Foi minha primeira Olimpíada. Fiquei muito feliz com o resultado. Mesmo com os erros na final, vamos melhorar para as apresentações no individual geral”.

Nesta quarta-feira, será a vez da final do individual geral masculino, que tem os brasileiros Arthur Nory Mariano e Sérgio Sasaki. Na quinta-feira, será a vez das meninas na final geral. As finais por aparelhos ocorrem apenas na próxima semana.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here