Ex-presidente foi denunciado em 2018 por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou para a Justiça Federal em Brasília a denúncia apresentada contra o ex-presidente Michel Temer no caso referente ao inquérito dos portos.

Temer foi denunciado no ano passado pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por um suposto esquema para favorecer empresas específicas na edição do texto que ficou conhecido como MP dos Portos. Com a decisão de Barroso, o ex-presidente será investigado na primeira instância judicial, já que o político do MDB perdeu o foro privilegiado.

O inquérito dos portos foi aberto em 2017, pelo próprio ministro Barroso, atendendo a pedido do então procurador-geral da República Rodrigo Janot, após delação de empresários do grupo J&F.

Os executivos afirmaram que houve pagamento de propina a agentes políticos, entre eles Michel Temer, que beneficiava empresas do ramo portuário. Ao todo, a Justiça aponta movimentação de mais de R$ 32 milhões.

Reportagem, Thiago Marcolini

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here