Motorista de Uber é assassinado a tiros

0
123

O motorista de Uber José Henrique Pereira Alves, 24 anos, foi morto a tiros na noite de sábado (6) no bairro de Ilha Amarela, no Subúrbio. Policiais da 14ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Lobato) foram chamados ao local e chegaram a prestar socorro à vítima, levada ao Hospital do Subúrbio. José Henrique não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo a Polícia Civil, o rapaz foi morto atingido por quatro tiros na Rua Vila Pompeia dentro de um Prisma branco que dirigia – o veículo era de uma locadora de carros. Ainda não se sabe se o crime foi um latrocínio ou homicídio, mas o carro não foi levado. Duas mulheres chegaram a ser conduzidas ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), mas foram liberadas. Segundo a Polícia Civil, elas são testemunhas e não são consideradas suspeitas no momento.

José Henrique era de Senhor do Bonfim, no interior baiano. “Era noivo de minha sobrinha,veio de Bomfim para trabalhar aqui e poderem se casar. Menino bom, amável, atencioso, sempre vivendo honestamente, aí vem um satanás desse e tira sua vida.Deus há de fazer justiça”, escreveu uma familiar nas redes sociais. O rapaz era o mais velho de três irmãos. Ele estava concluindo o 3º ano e trabalhava como motorista da Uber há cerca de três meses.

Segundo familiares, o motorista iria trabalhar até 20h e depois seguiria para um aniversário de celebração de 15 anos. Um amigo que também ia para a festa mandou mensagem para ele às 19h56 – ela foi visualizada, mas não respondida. Desde então, ninguém teve contato com ele. De acordo com a polícia, o crime foi por volta das 20h15.

O crime é investigado pelo DHPP. O corpo de José Henrique foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O corpo deve ser sepultado em Senhor do Bonfim.

Em nota, a Uber lamentou a morte do motorista. “Nossos sentimentos de mais profundo pesar vão para a família de José Henrique Pereira Alves. A Uber lamenta profundamente que motoristas parceiros sejam alvo de violência urbana, uma vez que vão às ruas todos os dias nos ajudar a construir o futuro da mobilidade em nossas cidades e gerar renda para si próprios e suas famílias”, diz o texto. Por Correio 24 Horas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here