Mulher clicada com Mourão já foi detida por ligação com o tráfico

0
26
© Reprodução/Instagram

A mulher clicada dando sorvete na boca do vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão, já foi detida pela Polícia Federal do Paraná na Operação Denarius, que desarticulou uma quadrilha de tráfico internacional de drogas. Carola Cimini era casada com Edvaldo Muniz da Silva, o Toni Boiada, considerado chefe da quadrilha, que está preso.

De acordo com o ‘Extra’, Carola ficou detida por dez dias, mas foi solta por não serem encontradas evidências do seu envolvimento com o tráfico. “Não acharam nada que me ligasse à quadrilha. Eu realmente não fazia ideia de nada, não tinha nada no meu nome que me comprometesse”, explicou. “Obviamente, eu pensava que podia ter algo errado. Mas o Edvaldo me levava nas fazendas, eu via aquelas cabeças de gado, o patrimônio dele era imenso. Como poderia imaginar que tinha droga envolvida?”, completou a morena, em entrevista ao site.

A mulher foi processada e julgada pelo juiz Sergio Moro, mas foi absolvida. “Respondi ao processo durante dois anos e ficou provado que nada tinha de errado comigo. Mas isso me atrapalha até hoje. Até para arrumar um namorado”, lamenta.

Carola e Edvaldo tinham união estável e uma filha, que hoje tem 8 anos. Na época, ela conta que recebia R$ 30 mil de mesada. “Saí da prisão e fui para casa de uma amiga. Perdi tudo. Carro, apartamento, tudo…”, disse.

Quando questionada pelo ‘Extra’ se lamenta ter vivido com dinheiro ilícito, Carola não mostra arrependimento. “Se eu soubesse que o patrimônio dele era tão grande (algo em torno de R$ 60 milhões) eu não pediria R$ 30 mil por mês, mas R$ 60 mil”, brincou.

Carola conta que recebeu muitas críticas por posar com Mourão: “Acharam que eu expus o general. Gente, era um evento, fiz as fotos na frente de todos. Não estávamos pelados! Foi uma brincadeira”, justificou. E muitos teriam achado que ela era garota de programa: “Disseram que eu tenho uma fazenda em Minas onde recebo políticos e ofereço meninas. Gente, eu iria fazer isso usando meu nome verdadeiro? Jamais! É que mulher bonita e solteira sempre é mal-vista”.

Contudo, vários trabalhos teriam surgido para ela desde então. “Me chamaram para fazer uma linha de maquiagem, posar para um catálogo de joias e fabricar uma sandália com meu nome”, diz Carola, que atualmente trabalha como maquiadora e faz curso para pilotar aviões particulares, segundo ela.

Sobre a sua sua relação com Mourão, Carola garante que não tem interesse, mas pondera um possível romance com o presidente eleito, Jair Bolsonaro: “Ele tem aquela cara de bravo, mas é um fofo, um doce de pessoa. Mas não teria um romance com ele. Já com o presidente… Acho ele um charme”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here