Poeta Dionísio – uma trajetória dedicada à poesia e a cultura no Seridó

0
565

O poeta Dionísio Justino Neto concedeu entrevista ao Jornal Correio do Seridó e falou sobre a sua trajetória no mundo da poesia. Dionísio nasceu na cidade de Jovenária-MG e aos 2 anos de idade foi morar no sítio Mata Fome, no município de São João do Sabugi-RN.

“Aprendi muito com o professor Lucas Brito e que me ensinou os princípios da vida. Em matéria de poesia, eu vim trabalhar em 1997 como vigia na Praça Dr. José Augusto e lá iniciei o meu trabalho de poesia. Escrevei já vários cordéis e gravei três Cds e agradeço a Deus que me deu esse dom”, disse Dionísio.

Quando recebeu o título de Cidadão Caicoense, o poeta Dionísio fez uma homenagem à referida praça em forma de poesia:

Na praça José Augusto

Sinto-me recordação

Oito anos fui vigia

Era minha profissão

Foi ali que me tornei

No poeta de São João

Via Dr. José Augusto 

Com o seu dedo apontando

Ninguém sabia o que era

Eu ficava apontando

Era a Ilha de Sant’Ana

Pra ter festa todo ano

O poeta Dionísio também recorda uma poesia que fez relacionada à banca de cachorro quente e a presença real de um cachorro em certo dia no referido ponto de vendas.

Dona essa sua banca

Às vezes faz medo a gente

Embaixo cachorro frio

Em cima cachorro quente

Cachorro que a gente morde

Cachorro que morde a gente

Outro trabalho de destaque do poeta Dionísio é uma poesia sobre a serra do Mulungu em São João do Sabugi:

Cinco horas da manhã

Observo o céu azul

De longe escuto os sonetos

Do Jaçanã e Alambu

Vivem cheios de riqueza

Vou falar sobre a beleza

Da Serra do Mulungu

A montanha faz um M

Aonde mora o tatu

Maracajá verdadeiro

Existe até Tijuaçu

Vivem cheios de alegria

Pois eles são os vigias

Da Serra do Mulungu

Devoto de Sant’Ana, o poeta Dionísio também fez uma homenagem à padroeira do Seridó:

Nossa querida Sant’Ana

Rainha do Seridó

Santa linda e brilhante

Igualmente ao raio do sol

Linda santa verdadeira

Viva a nossa padroeira

Rainha de Caicó

“Eu me sinto muito feliz e agradecido a Deus. Faço parte do programa Momento Dois, na Rádio Rural AM, onde apresento minhas poesias e o rádio me ensinou muito e cito o poeta e radialista Djalma Mota que  também contribuiu para a consolidação da minha vocação na poesia”, afirmou o poeta Dionísio.

Por Paulo Júnior – Jornal Correio do Seridó

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here