Polícia Federal 16 bancas concorrem para organizar o Concurso

0
108

Já foi iniciado o procedimento de escolha da banca organizadora do Concurso da Polícia Federal. A PF contatou 16 empresas que já encaminharam propostas. O período para encaminhamento já está encerrado.

Nos próximos dias, a coordenação escolhida será anunciada, visto que o intuito é fazer a divulgação do edital ainda dentro desses seis meses, conforme o ministro Raul Jungmann.

Em relação a PF, o parecer é que a portaria tendo a publicação, o procedimento de contrato da empresa que será responsabilizada pela organização terá início. O tão esperado aval para as 500 oportunidades teve divulgação em 20 de abril, em Diário Oficial da União, com confirmação de oportunidades distribuídas.

A ótima notícia é que, ainda que o processo de contrato demore, a Polícia Federal age de forma rápida para que tudo tenha finalização o mais rápido possível. O corporativo encaminhou aviso para 16 bancas possíveis e mencionou um período para encaminhamento de propostas. As empresas puderam enviá-las até a data de 27 de abril para disponibilizar um retorno à PF.

A Polícia Federal disponibilizou as propostas das organizadoras e já deu início ao processo de avaliação. Entretanto, não há estimativas de quando terá sua finalização. Ao passo que a banca for eleita, o ramo que se responsabiliza pelo contrato terá o comando sobre os procedimentos precisos para o aval oficial. O tipo de licitação ainda não teve definição.

Como já aguardado, o Cebraspe está entre as várias bancas que encaminharam as propostas e pode – mais uma vez – fazer a organização de um Concurso da PF. As outras empresas não obtiveram suas nomenclaturas dispostas.

Convencionalmente, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (antigo Cespe/UnB) disponibiliza histórico de ser a escolha para o comando de Concursos da Polícia Federal. Se isso se concretizar, será ótimo para os concorrentes, visto que não há ausência de materiais para estudo em cima do perfil desta empresa.

Os últimos Concursos de todas as funções autorizadas no novo Concurso da PF, por exemplo, foram organizados pelo Cebraspe. Para a função de agente ocorreu em 2014, ao passo que os demais tiveram realização em 2012.

As 500 oportunidades disponíveis no Concurso da Polícia Federal foram distribuídas em:
Agente – 180 cargos;
Delegado – 150 cargos;
Escrivão – 80 cargos;
Perito – 60 cargos;
Papiloscopista – 30 cargos;

Em nota atual que teve divulgação à imprensa, a Polícia Federal já trouxe a informação de que este era o passo seguinte, posterior a divulgação da portaria. Entretanto, não estimou-se períodos exatos. Atualmente, já se conhece o procedimento e ele se encontra bem elaborado.

Ao longo do evento procedido em meados do mês de abril, o ministro Raul Jungmann revelou que, tanto a PF quanto PRF, já estavam em exercício de editais elaborados. De acordo com ele, todos os fatores pendentes, hoje, são de caráter administrativo e, tudo permanece bem a frente para que os Concursos ocorram.

“Eu tenho acompanhando isso. Apenas o edital está sendo elaborado pela Polícia Rodoviária Federal e pela Polícia Federal. Porque o resto já está tudo ok, já está tudo disponível para que isso possa ser feito. A diferença é administrativa, meramente administrativa. Mas ainda neste semestre nós vamos ter o lançamento do edital do concurso”, revelou o ministro.

A PF, em seu posicionamento, fez a confirmação de que o edital está elaborado quase em sua totalidade. A definição fundamental, hoje, é a da banca. Posteriormente a banca ter sua oficialização, alguns compromissos devem ocorrer para finalizar os últimos detalhes. Há a possibilidade de que a PF esteja esperando a conclusão do processo para, também, finalizar o cronograma.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here