Policial que tirou selfie com Rogério 157 ouviu de traficante: ‘você é famosinha no instagram’

0
5035
Foto: Reprodução

A policial civil Miriam Glória Carvalho dos Santos, que tirou uma selfie com Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, contou, em depoimento à corregedoria da corporação, ter ouvido do traficante que é “famosinha no Instagram”. O órgão está apurando a conduta dos agentes que participaram da prisão do chefe do tráfico na Rocinha e tiraram fotos com o criminoso. Miriam, que é lotada na 41ª DP (Tanque), prestou depoimento no fim da manhã de quarta-feira. Além dela, já foram ouvidos o delegado Gabriel Ferrando, da 12ªDP (Copacabana), que coordenou a operação, e outras duas policiais – Roberta Duarte Neto da Silva e Daiana dos Santos Monteiro.

A policial contou ainda que a foto foi tirada com Rogério dentro da Cidade da Polícia, no Jacaré, para onde ele foi levado. A agente relatou que sorrriu na fotografia pelo orgulho de participar da prisão. Miriam também alegou que o delegado Gabriel Ferrando autorizou que os policiais tirassem fotos com Rogério.

Miriam será convocada a prestar depoimento na corregedoria novamente. A policial terá que esclarecer se a selfie dela com o cantor Naldo Benny, que também circula na internet, foi feita nessa quarta-feira, quando o artista foi preso pela Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá. A unidade fica ao lado da 41ª DP, onde Miriam é lotada.

A agente terá que esclarecer ainda se foram gravados por ela áudios que circulam no WhatsApp. “É a mesma coisa que ir a Roma e não ver o papa. Vou prender Rogerinho 157 e não vou tirar foto do lado dele pra dizer que prendi? Palavra cai no esquecimento. Quem não fotografou dançou. Só lamento”, diz uma mulher, que seria Miriam, em um dos áudios.

Delegado Gabriel Ferrando disse que não tinha intenção de sair em selfie
Delegado Gabriel Ferrando disse que não tinha intenção de sair em selfie Foto: Reprodução

Gabriel Ferrando prestou depoimento na Corregedoria da Polícia Civil na tarde desta quinta-feira. Ele negou que tenha autorizado os policiais a fotografarem Rogério 157 e alegou que a selfie tirada por ele com o bandido foi enviada para o delegado José Pedro Costa, diretor do Departamento Geral de Policia da Capital (DGPC), para mostrar que tinha conseguido capturar o traficante. Ferrando afirmou que chegou a ligar para José Pedro, mas a ligação estava falhando, por isso o chefe pediu uma confirmação da prisão.

Ferrando afirma ainda que foi o diretor do DGPC quem encaminhou sua selfie para outros grupos. O delegado também disse que não tinha intenção de sair na foto e que isso teria acontecido acidentalmente. José Pedro prestou depoimento na corregedoria e confirmou a versão de Ferrando de que ele é que teria pedido uma foto do criminoso.

Daiana disse que não estava sorrindo em foto com Rogério
Daiana disse que não estava sorrindo em foto com Rogério Foto: Reprodução

Em seu depoimento, Daiana dos Santos, que aparece sorridente numa foto em que Rogério está rindo, afirmou que fez o clique por causa do entusiasmo com a prisão e porque outros colegas tinham feito imagens. Ela afirma que o delegado Gabriel Ferrando estava na sala no momento em que ela fotografou o criminoso. Daiana, que é da 39ª DP (Pavuna), alegou que estava falando no momento da foto, por isso há a impressão de que ela estava sorrindo. “Acabamos de prender o cara mais procurado do Rio”, teria dito ela no momento da foto. A policial alega ainda que a imagem só foi repassada por ela para um amigo, policial militar do Batalhão de Choque.

Já Roberta Duarte, que é da 12ª DP (Copacabana), afirmou para a corregedoria que a prisão foi motivo de orgulho para toda a equipe, por isso fez a fotografia. Ela alegou que postou a fotografia num grupo de policiais, após ter sido questionada se realmente tinha participado da prisão de Rogério 157. A agente disse que está arrependida.

Roberta disse que prisão foi motivo de orgulho
Roberta disse que prisão foi motivo de orgulho Foto: Reprodução

Outros policiais envolvidos na operação também serão convocados pela corregedoria para prestar depoimento. Participaram da ação agents da 12ª DP (Copacabana), 13ª DP (Ipanema), 38ª DP (Irajá), 39ª DP (Pavuna) e 41ª (Tanque).

Outros policiais serão chamados para prestar depoimento
Outros policiais serão chamados para prestar depoimento Foto: Reprodução 
Por Jornal Extra

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here