Tríplex que seria de Lula é vendido por R$ 2,2 milhões

50
(Foto: Andre Penner/AP)

O leilão do apartamento tríplex no Guarujá, em São Paulo, que o Ministério Público Federal (MPF) diz ser do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi a leilão nesta terça-feira (15). O valor inicial para a aquisição do imóvel foi de R$ 2,2 milhões. E foi exatamente este o valor da única oferta, realizada por um comprador identificado como Guarujapar.

O prazo a primeira praça terminar era 14h desta terça. O lance foi realizado às 13h56 por um usuário de Brasília, que terá agora um prazo de 72 horas para realizar o pagamento. A Marangoni Leilões, responsável pelo leilão, ficará com 5% deste total. O tríplex também tinha sido visualizado no site por mais de 58 mil pessoas.

O juiz federal Sérgio Moro havia determinado o leilão do imóvel em janeiro. Na ocasião ele havia ainda cancelado a penhora do tríplex. Em sua decisão, ele disse que o apartamento”está submetido à constrição da Justiça e será alienado para que o produto reverta em benefício da vítima, a Petrobras”.