Vitória vence o Internacional e sai da zona de rebaixamento

415
Wilian Farias marca Valdívia no Beira-Rio (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

Futebolisticamente falando, o torcedor rubro-negro pode dizer que o Rio Grande do Sul faz fronteira com a Bahia. Atuando fora de casa, os pampas gaúchos são o quintal do Leão. Ontem, o Vitória venceu o Inter, por 1×0, no Beira-Rio, sua segunda vitória fora de casa na Série A. O triunfo anterior foi também em solo gaúcho, 2×1 contra o Grêmio.

O resultado tirou o Vitória da zona de rebaixamento, agora em 16º, com 29 pontos. O próximo compromisso, “infelizmente”, não é em Porto Alegre. Será no Barradão, contra o Botafogo, domingo, às 18h30.

Talvez para mostrar serviço ao novo técnico Argel, o Vitória entrou no jogo gastando energia sem necessidade. Enquanto o Inter tocava a bola, os atletas rubro-negros corriam atrás da pelota, como no bobinho. Foi assim durante 10 minutos de jogo. No décimo, o Vitória, apesar de pouco ter tocado na bola, levou risco pela primeira vez na partida. Zé Love, o mais sereno do Leão, bateu cruzado e quase fez.

O Vitória foi se acalmando e viu que o Inter era apenas mais um concorrente contra o rebaixamento. O colorado se resumia aos lançamentos na área, enquanto o rubro-negro apostava nos contra-ataques.

Se o Vitória não fez gol, pelo menos não levou. Nos últimos cinco jogos, o Leão só não levou gol no primeiro tempo contra o América Mineiro.

Não se sabe o que Argel disse no intervalo, mas deu certo. Logo no primeiro minuto, o Leão abriu o placar. Em jogada ensaiada, Ramon desviou de cabeça, o empolgado Zé Love, também de cabeça,  jogou na pequena área e Kanu desviou para dentro.

O time recuou em seguida. O Inter pressionou e o Leão se segurou. Além de herói no ataque, Kanu segurou a defesa e não deixou passar quase nada. Quando passava, Fernando Miguel defendia. Fonte: Rede Bahia