A convite do presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu, José Procópio de Lucena, o bispo da Diocese de Caicó, dom Antônio Carlos Cruz Santos, visitou nesta segunda-feira (29) a Estação Ecológica do Seridó, localizada na zona rural de Serra Negra do Norte.

Além de Procópio, também integraram a comitiva o presidente da ADESE, José Vanderlei e o engenheiro agrônomo e coordenador da linha de convivência com o semiárido, no Seapac, Damião Santos. A visita fez parte das atividades relacionadas à Campanha de Fraternidade na Diocese, que a exemplo da Igreja em todo o país, discute os biomas, em especial o da caatinga.

“É muito interessante a gente perceber essa preocupação para preservar a caatinga. Infelizmente pela situação que passa o Governo, não apenas recente, eles estão sem estrutura para manter isso, mas é um lugar interessante pra gente puder conhecer o que é a Caatinga e criar a cultura de preservação dela. Isso poderia se tornar um Santuário Ecológico, neste sentido de ser um lugar para receber, não apenas estudante, mas toda a população”, defendeu dom Antônio.

O bispo ressaltou a necessidade do Seridó passar a conhecer a Estação Ecológica. “Eu só conhecia de nome, e a pergunta que me faço é, tendo essa riqueza, essa porta aberta, o que podemos fazer para tornar este espaço mais conhecido, e ajudar na melhor consciência nossa da preservação da caatinga. A gente precisa dar visibilidade, e a Diocese vai contribuir através de uma de nossas riquezas culturais que são as nossas emissoras, intensificando a divulgação da Estação nas nossas programações”.

Com apenas dois servidores, a Estação Ecológica do Seridó vem funcionando de forma deficitária. Apesar da pouca visitação George Stephenson Batista, analista ambiental da estação, destaca que o espaço ainda é procurado por alunos de escolas públicas, privadas e universidades do Rio Grande do Norte e da Paraíba.

“Aqui é uma unidade de proteção integral, como o objetivo maior é pesquisa científica. Aqui praticamente observamos a grande maioria dos animais que estão extintos em outros locais, como o Gato-Maracajá, e tantos outros”, destacou.

A Estação Ecológica do Seridó conta com uma extensão de 1.123,59 hectares e foi criada através do Decreto nº 87.222 de 31 de maio de 1982. Está localizada na BR-427, KM 128, em Serra Negra do Norte. Quem desejar conhecer o lugar, que conta com três trilhas, pode agendar sua visita através do e-mail: [email protected]

Por Assessoria do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui