O presidente Jair Bolsonaro pretende realizar eventos para colher assinaturas em 21 Estados até o fim de fevereiro para criar o Aliança pelo Brasil. Enquanto isso, outros três partidos em formação já cumpriram essa fase e esperam análise do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O TSE ainda não marcou as datas para o julgamento dos pedidos de registro dessas legendas. Mas também não é obrigado a seguir a ordem cronológica de apreciação das solicitações para decidir se uma legenda em processo de criação reúne as condições para lançar candidatos nas eleições de novembro.

Estão na espera os julgamento de pedidos de registros do Partido Nacional Corinthiano (PNC), que entrou na lista em agosto de 2018, o Partido da Evolução Democrática (PED), em outubro de 2018, e o Partido Nacional Social Democrático Cristão (PNSDC), incluído na pauta em agosto de 2019.

Redação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui