O Brasil entrou na água nesta segunda-feira para sua segunda partida pelo polo aquático masculino. Jogando contra o Japão, considerado o rival mais fraco desta primeira fase, o Brasil conseguiu se impor e venceu bem por 16 a 8, ficando muito próximo da vaga na próxima fase.

O Japão começou melhor a partida e abriu 2 a 0 em pouco tempo, mas a seleção brasileira, embalada pela torcida, conseguiu se recuperar rapidamente e empatou. Quando o placar estava 2 a 2, o Brasil teve um pênalti a seu favor, mas Felipe Perrone acabou perdendo a cobrança.

Mas isso não fez com que o Brasil desanimasse, pelo contrário, o ritmo seguiu forte e a seleção marcou outras três vezes antes do primeiro quarto terminar com o placar de 5 a 2. No segundo quarto, Felipe Perrone tratou de marcar e fazer o sexto para o Brasil.

Só dava Brasil, e sem dificuldade, a seleção marcou outras duas vezes e abriu seis gols de vantagem. Mas pouco tempo depois, foi a vez do Japão ter um pênalti a seu favor. O atleta japonês não desperdiçou sua chance e diminuiu para 8 a 3, placar do fim do primeiro tempo.

O Brasil largou na frente com mais um gol no segundo tempo, mas o Japão se recuperou e começou a incomodar o jogo, fazendo o quarto, o quinto e o sexto. Quando o placar começou a ficar apertado, a seleção brasileira se reencontrou na partida e fez mais três gols, deixando a vantagem em seis gols, mas o japoneses voltaram a descontar antes do fim do terceiro quarto.

O último quarto começou com o Brasil em grande ritmo e marcando mais três gols. Com dois minutos para fim do jogo, a torcida brasileira já estava empolgada com a vitória certa e começou a gritar “Olé”. Nem um gol do Japão no fim diminuiu a festa. No final do jogo, ainda teve tempo para mais um gol canarinho e fechar o placar por 16 a 8. Fonte: Portal da Band

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui