A aposta em formatos próprios vai nortear os domingos da Globo neste 2017. Exceto a segunda temporada do licenciado “The Voice Kids”, com estreia agendada para o próximo domingo (8), a emissora deve investir apenas em produtos de “fabricação caseira”. Devido a esta decisão, aposentou de vez o “SuperStar”. E um reality musical desenvolvido nos Estúdios Globo deve substituir o formato israelense.

Cabe lembrar que o “SuperStar”, ancorado por Fernanda Lima e com um time de jurados que incluiu vários nomes da música, não teve o que se pode chamar de “trajetória de sucesso”, apesar da curiosidade inicial na primeira temporada, exibida em 2014 após o “Fantástico”, o que rendeu altos índices. Em seguida, começaram as derrotas para o “Programa Silvio Santos” e as reclamações a respeito do aplicativo usado para votação.

Ano passado, transferido para as tardes, registrou índices decepcionantes, aquém da estreia do primeiro “The Voice Kids” e do “Tamanha Família”, concebido pelo comitê artístico da casa. Após o término desta terceira edição, a Globo começou a planejar a substituição do musical com um produto concebido pelos profissionais da casa, segundo informa Daniel Castro.

Desta forma, o canal reduz as despesas com royalties e amplia os rendimentos exportando formatos – caso, claro, a proposta do reality musical próprio vingue. Ainda não se sabe, contudo, nem mesmo quando a Globo testará o novo produto por aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui