A ejaculação precoce ocorre quando um homem atinge o orgasmo nos primeiros segundos após a penetração ou antes da penetração, o que é insatisfatório para um casal. Essa disfunção sexual é mais comum em adolescentes devido a alterações hormonais que os tornam mais excitáveis, mas também pode ocorrer em adultos, sendo nestes casos mais associada a fatores psicológicos como estresse, ansiedade e medo.

A ejaculação precoce pode ser controlada com algumas técnicas e exercícios, mas em alguns casos pode até ser necessário o uso de medicamentos ou psicoterapia. Por isso, é sempre melhor consultar um urologista para identificar a possível causa da ejaculação precoce e iniciar o tratamento mais adequado.

A ejaculação precoce tem cura?

A cura da ejaculação precoce pode ser alcançada com técnicas simples de autocontrole, mas quando isso não for suficiente, você pode tentar reduzir a sensibilidade do órgão sexual masculino ou tomar medicamentos prescritos pelo seu médico. Uma ótima estratégia para tratar a ejaculação precoce é fazer exercícios de kegel cerca de 300 vezes ao dia, todos os dias.

Como controlar a ejaculação precoce A ejaculação precoce ocorre quando um homem atinge o orgasmo nos primeiros segundos após a penetração ou antes da penetração, o que é insatisfatório para um casal.

Essa disfunção sexual é mais comum em adolescentes devido a alterações hormonais que os tornam mais excitáveis, mas também pode ocorrer em adultos, sendo nestes casos mais associada a fatores psicológicos como estresse, ansiedade e medo.

A ejaculação precoce pode ser controlada com algumas técnicas e exercícios, mas em alguns casos pode até ser necessário o uso de medicamentos ou psicoterapia. Por isso, é sempre melhor consultar um urologista para identificar a possível causa da ejaculação precoce e iniciar o tratamento mais adequado.

Como controlar a ejaculação

Opções de tratamento para controlar a ejaculação

Um urologista pode recomendar e orientar vários tipos de tratamento, incluindo: uso de drogas as contramedidas são frequentemente usadas quando outras técnicas não estão produzindo os resultados desejados.

Os medicamentos:

Sempre devem ser recomendados por um urologista e geralmente contêm antidepressivos como sertralina, fluoxetina ou trazodona, que tratam principalmente a ansiedade, que é muito comum nesses casos.

Uso de anestésicos locais algumas pomadas ou sprays que contêm anestésico, como lidocaína ou benzocaína, podem ser usados ​​para reduzir a sensibilidade peniana e prolongar a duração da relação sexual sem ejaculação.

Esses tipos de produtos devem ser indicados por um médico e devem ser aplicados cerca de 10 a 15 minutos antes da relação sexual. Além desses produtos, também existem preservativos que contêm um anestésico em seu interior e que também podem ser usados. aqui estão alguns exemplos:

  • Durex prazer prolongado;
  • efeito de atraso por precaução;
  • Prudência do gelo.

Embora os anestésicos sejam excelentes para retardar a ejaculação, eles também podem causar alguns efeitos colaterais, o mais comum é que os homens relatam prazer reduzido devido à diminuição da sensibilidade.

Como controlar a ejaculação

Existem inúmeras formas para como controlar a ejaculação e a melhor é sempre a recomendada para o profissional que acompanha o seu caso.

 

Leave a comment

Your email address will not be published.