Uma excelente oportunidade para quem deseja um primeiro emprego e ascensão nele são oferecidas gradualmente pelo Banco do Brasil – BB (Concurso BB – Escriturário de nível médio) em suas seleções externas para a carreira de Escriturário, que exige apenas o nível médio completo.

Profissionais gabaritos da área bancária, os professores Cid Roberto e Tiago Waltz participaram do Gran Carreiras e deram todos os detalhes sobre a seleção prevista para 14 estados e o DF.  Juntos, possuem mais de 50 anos de história com a empresa pública e contam suas trajetórias de sucesso.

Segundo Waltz, o banco possibilita que graduados atuem em sua área. “Existe um grade processo seletivo que o Banco do Brasil realiza anualmente para capturar os talentos, com uma prova de avaliação interna e diversas etapas de avaliações posteriores”.

Cid Roberto ratifica a informação. “Você que é engenheiro, arquiteto, advogado, nutricionista, psicólogo, etc., e deseja desenvolver essas atividades dentro do BB, a porta de entrar é a seleção para Escriturário. Após isso, internamente, o banco identifica o potencial e a formação de cada um e oferece a oportunidade”.

Eles esclarecem uma dúvida recorrente por candidatos da área bancária:  a pressão para atingir metas e relacionados. “O banco vive da venda de seus produtos.  Até 1986, o BB tinha um sistema que ele não dependia de ter resultado, então não necessitava da taxa de juros que captava.  Com o fim disso, o banco precisou se readequar e , consequentemente, surgiu o cartão de crédito, operações de lase,  CDC, CDB, títulos de capitalização, planos de previdência complementar, e, naturalmente, existe uma pressão”.

“Existem diversas carreiras dentro do banco. Se você está na agência,  existem determinados produtos que precisam atingir um quantitativo mínimo de saídas. Essas agências estão classificadas, então você tem meta, seu chefe também, o chefe do seu chefe, a própria agência, a superintendência, e assim sucessivamente. À medida que você vai alcançando elas, você terá uma fatia maior ou menor na participação nos lucros (PLR)”.

E a previsão de concursos? Cid Roberto avalia. “ O Banco do Brasil realizou no ano passado um Plano de Aposentadoria Incentivada (PAI) e mais de 5 mil funcionários de desligaram e não foram repostos ainda. Então, é iminente uma nova seleção para diversos estados do país. É uma realidade que os concursos precisam acontecer”.

Diversos outros pontos são abordados pelos professores, que dão dicas para as avaliações objetivas e muito mais. Assista abaixo e não fique de fora dos detalhes desta fascinante carreira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui