Quem pretende participar do concurso Receita Federal – Auditor-Fiscal deve começar imediatamente a se preparar. Como é de praxe, os concursos da Receita Federal têm um rito muito desproporcional a quem iniciar os estudos somente com a publicação do documento de abertura. Em 2014, por exemplo, a Portaria de autorização do Ministério do Planejamento foi divulgada no Diário Oficial da União no dia 19/02, e o edital foi publicado em menos de 15 dias, em 07/03.

O conteúdo do concurso é extremamente extenso, dificultando os estudos pós-edital. Um fator positivo é que há poucas mudanças no conteúdo a cada edital novo. Com isso, pelo menos doze disciplinas comporão as provas iniciais dos futuros auditores: Língua Portuguesa, Espanhol ou Inglês, Raciocínio Lógico-Quantitativo, Administração Geral e Pública, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Auditoria, Contabilidade Geral e Avançada, Legislação Tributária e Comércio Internacional e Legislação Aduaneira.

Tópico a tópico de cada uma das matérias pode ser vista no nosso ‘’Edital Verticalizado’’. Nele você vai encontrar, de maneira simples, o foco do que estudar dia a dia, maximizando seus estudos, pondo fim à falta de organização, e ganhando orientação. Para ter acesso, basta clicar no link abaixo.

Receita Federal – Último edital – Auditor

Além dessa peça de fundamental importância na preparação, resolver provas anteriores do concurso pode definir quem sairá na frente da disputa por uma das vagas na receita. Isso por que você poderá conhecer o perfil da organizadora, suas tendências e abordagens em assuntos específicos.  Assim, o concurseiro/a que quer ser aprovado se atém aos mínimos detalhes, e estuda com método, disciplina e planejamento. Um desses métodos é a resolução de provas anteriores. Acesse abaixo as avaliações dos últimos certames da Receita.

Auditor 2014:     Prova  –   Gabarito

Auditor 2012:  Prova  –   Gabarito  

Auditor 2009:   Prova –   Gabarito

No Concurso Receita Federal – Auditor,, fica evidente que o fiel concorrente do candidato é propriamente ele mesmo. Estudar com antecedência com certeza dará suporte e técnica para vencer a banca examinadora. Voltando a premissa da relação candidato x vaga, o Concurso Receita Federal – Auditor apresenta em seu histórico uma tendência sempre crescente de inscritos em cada nova seleção, o que deverá ter um aumento significativo no novo certame devido aos ajustes no vencimentos e progressão na carreira.

Com 26.313 inscritos para 200 vagas em 2012 (131,56 por vaga), na época foram abertas vagas para auditores e analistas, com provas no mesmo dia, diminuindo o número de interessados ao posto de auditor, o concurso atingiu a marca de 68.540 inscritos para 278 vagas em 2014. Números bem expressivos, não? Mas na prática não é bem assim. Isso porque a alta defasagem e o número expressivo de candidatos despreparados que vão fazer as provas também é alto. Em 2012, dos 26.313 inscritos, compareceram as provas apenas 14.109 concorrentes. O que se repetiu em 2014, quando dos 68.540 inscritos, aparecem para “pintar” o  gabarito apenas 31.943 candidatos.

A relação candidato x vaga é sempre na casa de 100. Em 2009, 2012 2014, o percentual foi de, respectivamente, 115, 104 e 125, levando em consideração o número total de inscritos. Já levando em consideração quem realmente foi realizas as avaliações em 2012 e 2014, os números são de, respectivamente, 56 e 58 candidatos por chance. Outro dado de suma importância, agora apenas do concurso de 2014,  refere-se a quantidade de candidatos aprovados, que foi de 804 candidatos, dos quais 556 foram nomeados. Isso nos leva a uma conclusão, você fazendo o mínimo das provas, é claro que o ideal é sempre buscar o maior quantitativo de pontos, você estará próximo de ser um novo auditor da receita federal do brasil.

Nomeações extras são tradição 

Revendo o número de convocações dos últimos concursos abertos pela Receita, fica evidente a grande necessidade de auditores e o número de chamadas excedentes em todas as seleções que são abertas. Desde 2009 a receita nomeia sempre  de 50% a 100% o número de aprovados em seus certames. Oferecendo 450 vagas em edital, o concurso de 2009 culminou com nomeação de mais de 700 aprovados, sendo o primeiro a ter provas discursivas e o primeiro a chamar candidatos além das vagas iniciais.

Em 2012, com um nível de dificuldade maior que o do último aberto, das 200 vagas ofertadas e um total de 252 aprovados, todos foram chamados e não houve convocação de excedentes, pois o número de candidatos que fizeram o mínimo não chegava ao quantitativo de 50%, o que foi positivo, pois todos foram nomeados de uma vez. Em  2014, eram 278 vagas em edital e foram nomeados 100% dos excedentes, ou seja, mais de 560 oportunidades.

Além da oferta de vagas acima da média, quem ingressar no próximo concurso da Receita Federal terá motivos para comemorar e ainda mais para estudar. É que, após acordo com o Ministério do Planejamento, a categoria teve seus vencimentos alterados e agora o menor valor é de R$ 24 mil, com auxílio-alimentação no valor de R$ 458, além de auxílio-saúde de até R$ 124 (por pessoa) e benefício pré-escolar, que hoje é de R$ 321. A proposta do governo concede reajuste de 21,3%, em quatro anos até 2019, mais um bônus de eficiência de até R$ 5 mil, benefícios que se estenderam aos futuros integrantes da carreira fiscal federal.

auditor-rfb-vencimento

Detalhes:

  • bullet1.gif (844 bytes)Concurso: Receita Federal do Brasil (Concurso Receita Federal)
  • bullet1.gif (844 bytes)Banca organizadora: Esaf
  • bullet1.gif (844 bytes)Cargos: Auditor-Fiscal; Analista-Tributário
  • bullet1.gif (844 bytes)Escolaridade: Nível superior
  • bullet1.gif (844 bytes)Número de vagas: 1.000 (Solicitadas ao Planejamento)
  • bullet1.gif (844 bytes)Remuneração: Até R$ 30 mil no topo da carreira
  • bullet1.gif (844 bytes)Situação: Previsto
  • bullet1.gif (844 bytes)Previsão de publicação do edital: 2017
  • bullet1.gif (844 bytes)Link do último edital: Auditor Analista

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui