Atendendo ao desejo do grupo de discussão, Helô (Cláudia Abreu), a mocinha de “A Lei do Amor”, adotará uma postura mais ativa diante dos dilemas que enfrenta em seu lar. Nos próximos capítulos da novela das nove, a galerista terá de deixar o quartinho dos fundos de sua loja, onde vai morar após romper com o marido, e reagirá agressivamente à postura mimada da filha, Letícia (Isabella Santoni).

Solidária a Tiago (Humberto Carrão), entristecido desde o desaparecimento de Isabela (Alice Wegmann), Helô vai contar ao ex-genro que viu alguém parecidíssima com a garçonete andando pelas ruas de Paraty. Ao tomar conhecimento desta atitude da esposa, Tião (José Mayer) vai até a galeria de arte, expulsa a gerente Yara (Emanuelle Araújo) e depreda as peças expostas no local.

À esta altura, Helô vai estar morando no quarto dos fundos da loja, de onde Yara consegue retirar alguns poucos pertences antes de Tião lacrar o imóvel e colocá-lo à venda. Ao voltar de Paraty, Helô encontra o empresário à sua espera; ele a trata, ironicamente, por “rainha da sucata”. Diante do cenário devastador, Helô ameaça matar Tião, que minimiza. A galerista reagirá com uma cusparada. Sem teto, a eleita de Pedro (Reynaldo Gianecchini) terá de ir para o apartamento de Flávia (Maria Flor), que dividia o aluguel com Isabela.

Edu (Matheus Fagundes) vai acompanhar a mãe; já Letícia aprova o gesto do pai: “Você pagou com o dinheiro do meu pai cada peça daquela galeria! Pode até ser que ele tenha se excedido! Mas você é culpada por tudo que está acontecendo! E bem feito que a sua vida está uma droga! Você procurou! Aqui se faz, aqui se paga”. Helô então se cansa da infantilidade da garota e sentencia, após esbofetear Letícia: “A partir de hoje, eu não tenho mais filha!”.

O padecimento de Helô e suas reações mais intempestivas visam tornar a protagonista de “A Lei do Amor” mais atraente ao público. Até o momento, a personagem tem sido guiada por um tom pacifista, mesmo diante do mau-caratismo do marido Tião e dos mimos da filha Letícia.

O grupo de discussão realizado pela Globo nas últimas semanas também influenciou na decisão da emissora de optar por uma narrativa mais coesa, concentrada nos personagens principais, e na explicitação dos intentos dos vilões Tião e Magnólia (Vera Holtz).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui