2017 pode ser o último ano de Rodrigo Faro na Record. Segundo o jornalista Ricardo Feltrin, o apresentador recebeu, nas últimas semanas, sondagens da Globo e do SBT. Ambas demonstraram interesse em contar com o também ator a partir de 2018, embora os projetos pretendidos e detalhes como dias de exibição não sejam conhecidos.

A permanência de Faro na emissora da Barra Funda está assegurada até dezembro deste ano – há boatos acerca de “adendos” no contrato assinado em 2010, com duração de sete anos, com uma possível extensão até 2025, não confirmada oficialmente pelas partes. Globo e SBT estudaram, recentemente, a situação de Rodrigo na Record, junto a representantes do moço.

Uma das celebridades mais rentáveis do momento – estima-se que seus ganhos girem em torno de R$ 1,8 milhão por mês –, Rodrigo Faro já passou pela Globo; foram 11 anos de casa, com participações como ator em “A Indomada”, “O Cravo e a Rosa” e “O Profeta”. Saiu em 2008 para comandar o “Ídolos”,reality musical então adquirido pela Record (antes, pertencia ao SBT). Com Márcio Garcia fazendo o caminho inverso, surgiu a oportunidade de Faro assumir também “O Melhor do Brasil”.

Foi o êxito deste vespertino de sábado que o credenciou para as tardes de domingo. Em terreno global, o apresentador poderia substituir Fausto Silva, que conclama sua aposentadoria há tempos. Ou Luciano Huck, numa eventual transferência deste para os domingos, talvez. Já no SBT, Rodrigo mantém boas relações com Silvio Santos, com quem já dividiu o palco em algumas edições do “Troféu Imprensa”. Chegou a ser apontado como sucessor do “patrão”. É, o 2017 de Rodrigo Faro promete!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui