Deu a ‘lógica alvinegra’. Diante do Grêmio, o Corinthians, melhor defesa do Brasileirão, não sofreu gols, mas fazendo jus a seu ataque – apenas o nono da competição – também não marcou.

As equipes ficaram no 0 a 0 em jogo válido pela 23ª rodada, disputado neste sábado, na Arena gremista. De positivo, o alvinegro segue invicto no returno e, com 42 pontos, não perde a quarta posição nesta rodada.

Na próxima rodada, o Corinthians recebe o Athletico-PR, na quinta-feira, às 19h15, em Itaquera. Antes, na quarta-feira, os gaúchos, novamente em casa, encaram o Ceará, às 21h.

INÍCIO ALVINEGRO

O Corinthians começou dando as cartas na arena. Mateus Vital e Fagner, em dois chutes cruzados – um de cada lado – fizeram as primeiras apostas, mas acertaram as redes laterais. Depois disso, a ‘mão’ não ficaria tão boa para os paulistas.

CONTROLE MUDA DE MÃOS

Dono da casa, o Grêmio pegou as rédeas e desceu para o campo de ataque como uma avalanche. Alisson e Everton, de fora, fizeram Cássio trabalhar. Aos 33 minutos, veio a ‘blitz’. Primeiro, Maicon deu linda bola para o Cebolinha, que cruzou da esquerda. O capitão corintiano espalmou e André, no rebote, foi travado por Avelar. O Tricolor gaúcho recuperou a bola ainda no ataque e Luan recebeu na direita, já na grande área, mas finalizou para fora.

TEMPERO ARGENTINO

Aos 17 do segundo tempo, Carille promoveu a entrada de Boselli na vaga de Clayson, e o Corinthians melhorou. O argentino exigiu defesa de Paulo Victor em cabeceio colocado, e depois, deu uma casquinha para Fagner chegar batendo da direita, mas o goleiro agarrou novamente.

SEM FÔLEGO

O Grêmio chegou a responder após o recuo errado de Sornoza, que deu no pé de Everton, e o gremista finalizou rente à trave. Sem inspiração, porém, os donos da casa não conseguiram das a resposta esperada após o mau jogo contra o Flamengo, na última quarta-feira. Os visitantes, por sua vez, mantiveram a sina de inefetividade no ataque e maus resultados na Arena do tricolor do Rio Grande do Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui