O Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (IDIARN) está intensificando a fiscalização do Programa do Leite em todo o estado. A operação visa garantir a qualidade e sanidade do leite fornecido pelos produtores aos laticínios. A fiscalização está sendo feita duas vezes por mês por uma equipe do Idiarn.

De acordo com o diretor de Defesa de Sanidade Animal, veterinário Renato Dias Maia, o objetivo é cruzar informações dos fornecedores de leite com o banco de dados do Idiarn para verificar se estão cadastrados e em dia com a vacinação contra a febre aftosa.

“Estão sendo fiscalizados os fornecedores de laticínios e dos postos de entrega de leite. Com isso, garantimos a qualidade do leite desde a sua produção, manipulação e na entrega dos beneficiários”, atesta Renato Maia.

Análises: As amostras do leite coletado são enviadas para análises no Laboratório Central do Rio Grande do Norte (LACEM). Em breve o material também será analisado no Laboratório da Ufersa, numa parceria do projeto RN Sustentável, SAPE e Idiarn. Nos testes de laboratório são feitas a contagem das células somáticas, coliformes, acidez, densidade e outros materiais, para verificar a qualidade e sanidade do leite.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui