Felipe Kitadai está fora da briga pela medalha de ouro no judô. Depois de vencer suas duas primeiras lutas, o brasileiro encarou seu primeiro grande desafio, o azerbaijano Orkhan Safarov e perdeu por ippon.

Resta ao judoca esperar seu adversário na repescagem, chave que pode render ao Brasil uma medalha de bronze.

Confira abaixo como foram os duelos.

Segunda rodada

O Brasil estreou com o pé direito no torneio de judô dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Felipe Kitadai, medalhista de bronze em Londres na categoria até 60kg, deu um susto na torcida na Arena Carioca 2, mas avançou para a terceira fase.

Contra o francês Walide Khyar, Kitadai começou mal, recebendo duas punições logo no início do confronto. Confortável pela vantagem, Khyar pouco buscou lutar e deixou o tempo passar. Nos segundos finais, o brasileiro foi para o tudo ou nada e no embalo da torcida aplicou um Yuko quando o relógio marcava 1s. Vitória por 1 a 0 e vaga garantida.

Terceira rodada

Diante do alemão Tobias Englmaier, Felipe kitadai mostrou mais segurança e tranquilidade. Não demorou muito para o brasileiro aplicar um Yuko e tomar a dianteira no placar. Sem dar muitas chances ao europeu, ele quase chegou ao segundo ponto, mas o adversário conseguiu ajeitar o corpo antes de tocar o solo.

Quartas de final

Diante de seu maior desafio do dia, Orkhan Safarov, do Azerbaijão, Felipe Kitadai conseguiu se defender bem nas primeiras investidas e chegou a arriscar uns contra-ataques. Em um lance de muita agilidade, Safarov conseguiu derrubar o brasileiro com as costas no chão. Ippon e fim de luta.

Kitadai volta a lutar ainda neste sábado, com adversário não definido, pela primeira rodada da repescagem. Fonte: Portal da Band

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui