Paris Jackson, filha de Michael Jackson, deu uma declaração bastante polêmica em entrevista à revista “Rolling Stone”, prevista para ser publicada em fevereiro. A jovem de 18 anos afirmou que o artista, considerado o “Rei do Pop”, foi assassinado.

Segundo ela, existem fortes indícios que comprovam a tese. “Porque é óbvio. Tudo aponta para isso. Parece uma teoria da conspiração e parece besteira, mas todos os fãs reais e todo mundo da família sabe disso. Foi uma armação. Foi mentira”, afirmou.

Na reportagem, ela conta que o pai sabia que estava sendo perseguido e que vai buscar Justiça. “É um jogo de xadrez. E eu estou tentando jogar o jogo de xadrez da maneira certa. É tudo o que posso dizer agora”, disparou Jackson.

Paris afirmou ainda que Michael “dava dicas sobre pessoas estarem querendo pegá-lo”. “E, em um momento, ele falava tipo: ‘Eles vão me matar um dia’”, explicou.

A modelo confidenciou que ainda não se recuperou da morte do pai. “As pessoas dizem que o tempo cura, mas isso não é verdade. Acho que a gente só consegue se acostumar com a falta da pessoa. Eu vivo pensando: Ok, perdi a coisa mais importante da minha vida. Tento seguir em frente… Eu sinto que meu pai está comigo o tempo todo”, resumiu ela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui