Na segunda-feira (25),o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, George Victor, o Chefe de Gabinete, Vanderson Dias (Vandinho), o gerente do escritório do Sebrae em Caicó, Pedro Medeiros, o consultor do Sebrae, José Rangel, o subcoordenador da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (SEDEC), Otomar Lopes e um técnico da Caixa Econômica Federal, visitaram a obra do Centro Têxtil Tecnológico do Seridó, localizado na zona norte de Caicó.

O prefeito de Caicó, Robson de Araújo (Batata) enfatizou que a obra do Centro Têxtil será retomada graças a uma emenda viabilizada junto ao deputado Rogério Marinho e o empreendimento será executado através da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (SEDEC).

O gerente do escritório do Sebrae em Caicó, Pedro Medeiros, confirmou que o técnico da Caixa Econômica veio vistoriar a obra para verificar a questão da retomada do Centro Têxtil.

“A ideia da obra do Centro Têxtil foi construída por várias instituições, entre elas, o Sebrae. A conjuntura do projeto inicial era ser um Centro de Formação é que as pessoas pudessem sair com uma peça piloto, seja de boné, confecção ou artesanato. No decorrer do tempo, a concepção do projeto mudou e foi direcionado para o setor têxtil e que ele também faça a parte do processo de criação, modelagem e corte das peças, criando uma nova oportunidade de negócios para a região do Seridó, abrindo a porta para outras empresas âncoras”, disse Pedro Medeiros.

A consolidação desse polo têxtil do Seridó trará novos investimentos e o surgimento de novos micro e pequenos empresários com outro modelo de negócio e também vai contribuir para agregaros alunos formados do curso de tecnologia têxtil do IFRN.

O consultor do Sebrae, José Rangel destacou o impacto que a obra do Centro Têxtil irá trazer para Caicó e região. “Esse projeto será tocado com grande peso pelos próprios empresários das entidades representativas dos faccionistas e com apoio da FIERN, Sebrae, Fiern, governo do Estado e Prefeitura de Caicó para a gente integrar essa cadeia e fazer desde a modelagem até o produto final, agregando valor e criando trabalho e emprego para a região do Seridó”, afirmou Rangel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui