O português Paulo Gonçalves morreu neste domingo, aos 40 anos, durante a disputa da sétima etapa do Rally Dakar, que está sendo realizado na Arábia Saudita. O piloto da equipe Hero sofreu um acidente com a sua moto no km 276 do percurso entre Riad e Wadi Al-Dawasir.

A organização do Rally Dakar divulgou uma comunicado explicando que recebeu um alerta às 10h08 (horário local) e acionou o helicóptero de resgate médico, que chegou às 10h16 e encontrou o piloto inconsciente após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

Os médicos da prova tentaram reanimá-lo ao chegarem no local do acidente, mas não tiveram sucesso. Paulo seguiu de helicóptero para o hospital Layla, em Riad, onde foi declarado morto. Ele deixa a esposa e dois filhos. Várias personalidades de Portugal, incluindo o presidente Marcelo Rebelo de Souza, lamentaram a morte do piloto. A organização da prova também prestou condolências aos familiares e amigos.

Paulo Gonçalves já participou das principais provas de rali do mundo. Ele foi campeão mundial de Rally Cross Country em 2013 e, no mesmo ano, venceu o Rally dos Sertões. O português estreou no Dakar em 2006 e seu melhor resultado foi um segundo lugar em 2015, ano em que o espanhol Marc Coma levou o título. Além disso, terminou entre os 10 melhores três vezes. Nesta edição, ele estava no 46º lugar, depois de seis etapas percorridas.

Noticiasaominuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui