Mesmo já estando em produção, com escalação de elenco em andamento, “O Apocalipse”, novela bíblica que substitui “O Rico e Lázaro” (estreia da próxima segunda-feira, 13), ainda não tem sinopse definitiva. A autora Vivian de Oliveira está finalizando a pesquisa para o folhetim; só então entregará a versão completa da trama, segundo a jornalista Patrícia Kogut.

Conforme o RD1 informou em fevereiro, Vivian deve visitar em breve as locações que “O Apocalipse” possivelmente terá no exterior, em Jerusalém, Nova York e Roma. Diferente de suas antecessoras, a novela não será ambientada nos períodos descritos na Bíblia; o enredo irá se desenrolar num futuro próximo, como na série “Black Mirror”, título britânico que ganhou produção norte-americana via Netflix.

Após a finalização da sinopse, ainda neste mês, autora e colaboradores passarão a se dedicar aos capítulos da trama. Marcos Lazarini, com passagens por Globo e SBT e recém-saído de “A Terra Prometida”, se integrou a equipe recentemente. A direção caberá a Edson Spinello, depois que Alexandre Avancini, então reservado para o cargo, foi deslocado para os trabalhos da cinebiografia de Edir Macedo.

A estreia de “O Apocalipse”, agendada para setembro, dependerá do bom andamento dos trabalhos e da audiência de “O Rico e Lázaro”, que pode vir a ser espichada – extraoficialmente, já cogitaram postergar para dezembro o início da trama de Vivian de Oliveira. No elenco, apenas a participação de Sérgio Marone é dada como certa; Paloma Bernardi, Thaís Melchior, Leonardo Miggiorin, Danielle Winits, André Gonçalves e Bianca Rinaldi são cogitados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui