Nesta quinta-feira (17), o Projeto Sucart foi apresentado para vários parceiros e autoridades, na Penitenciária Estadual do Seridó, Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega (Pereirão). O projeto transforma sucata em artesanato, lixo em arte e contribui para a construção da cidadania.

De acordo com a diretora do presídio Pereirão, Izabel Maria de Medeiros, o projeto busca a socialização do interno dentro da unidade prisional. As peças são arrecadadas em sucatas (oficinas parceiras) e o lixo se transforma em arte.

A prefeitura de Caicó esteve representada na solenidade pelo secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Mizael Medeiros, o diretor de Obras, Gilberto Henrique, além da enfermeira Marilda (representou a secretaria municipal de Saúde).

Em entrevista à imprensa, o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Mizael Medeiros, destacou que o projeto Sucart é de suma importância para os internos que vivem no sistema prisional.“Estamos lisonjeados pelo reconhecimento do trabalho que a Infraestrutura vem realizando e contribuindo para a execução do projeto Sucart e outras ações para a Penitenciária Estadual do Seridó. Com essa capacitação, os apenados ficam qualificados e são inseridos no meio social a partir também da educação proporcionada para a ressocialização dos internos”, disse Mizael Medeiros.

O secretário estadual de Administração Penitenciária, Pedro Florêncio, enfatizou que os programas que envolvem ressocialização, profissionalização e educação para os internos do sistema prisional fazem a diferença. “A direção do presídio de Caicó faz um trabalho excelente de humanização, de educação e que tem um corpo de agentes diferenciado, totalmente comprometido com a segurança e com a manutenção da ordem do sistema prisional”, afirmou o secretário Pedro Florêncio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui