Quase extinto no final de 2016, quando Silvio Santos dispensou Raul Gil e ordenou a transferência de Celso Portiolli para as tardes de sábado, o “Domingo Legal” retoma suas edições inéditas, e “ao vivo”, esta semana (5), com uma homenagem aos 30 anos de “A Praça é Nossa”, celebrados em maio.

Além de uma homenagem a Carlos Alberto de Nóbrega, veterano comandante da atração, o dominical de Portiolli terá esquetes com Marcelo de Nóbrega, diretor do humorístico, sentado no “velho e querido banco”. Atores da nova geração do humor interpretarão personagens clássicos da “Praça”, numa ideia que remete à nova “Escolinha do Professor Raimundo”, produção da Globo e do Viva, exibida na TV aberta na mesma faixa horária do “Domingo Legal” até fevereiro.

Com passagens pela Globo, Katiuscia Canoro e Marcelo Marrom encarnarão, respectivamente, o Rosauro, personificado por Simplício, e Canarinho, alcunha que eternizou o comediante Aloísio Ferreira Gomes. Gustavo Mendes, conhecido por sua imitação da ex-presidente Dilma Rousseff, viverá a fofoqueira Vamércia, tipo criado pela humorista Maria Tereza, contracenando com Mamma Bruschetta.

Ainda no programa, o ator Sebastian, famoso por estrelar a campanha de uma loja de departamentos nos anos 90, encarna Vera Verão, personagem do performático Jorge Lafond; e Iran Santos, do elenco do “Programa do Ratinho”, reedita o Guarda Juju, outrora interpretado pelo humorista Theobaldo. O “Domingo Legal” vai ao ar a partir das 13h.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui