Você sabe bem o que é o Viagra e como ele funciona no organismo? Os homens que sofrem com a disfunção erétil costumam usar esse medicamento para terem no corpo uma solução imediata para esse problema que atrapalha muito o seu desempenho sexual, causando insatisfação e acabando com sua auto confiança.

Estão disponíveis no mercado diversos tipos de medicamentos que possuem essa finalidade, porém o mais conhecido entre eles é o Viagra. Esse produto promete resolver a disfunção erétil de forma instantânea, o que é um alivio para muitos homens.

Esse medicamento possui o mesmo mecanismo do corpo, inibindo a enzima conhecida como fosfodiesterase-5 e faz com que o estimulo da ereção aconteça. Atingindo o objetivo do homem que é ter a excitação e ereção rápida e espontânea.

É necessário muita atenção e cuidado na hora de consumir o Viagra, pois ele pode apresentar riscos para a sua saúde, que muitas vezes os homens nem sabem do perigo que podem estar colocando em sua vida. Pensando nisso, vamos falar nesse texto um pouco mais sobre eles.

O que é o Viagra?

Esse medicamento tem o intuito e ação de promover a dilatação dos vasos sanguíneos, a princípio, ele era utilizado para tratamentos de problemas cardiovasculares, porém com o passar do tempo, os usuários do Viagra perceberam, assim como os médicos e pesquisadores que o produto tinha efeitos secundários no organismo, que ere muito interessante para as disfunções erétil.

A substancia que possui do medicamento, chamada de sildenafila, no pênis acaba promovendo a dilatação das artérias e relaxando a musculatura dos corpos cavernosos, dessa forma era muito mais fácil a entrada no sangue nesses vasos causando a ereção.

Riscos do uso de Viagra

Quem pode tomar o Viagra?

Hoje em dia, muitos homens utilizam o Viagra de forma indevida, mesmo jovens ou homens que não possuem se quer nenhum problema sexual. O medicamento possui um ótimo perfil de segurança, porém não é recomendado que você o utilize sem a orientação e prescrição médica.

Quando ocorre a atividade sexual, acontece a elevação do fluxo sanguíneo no pênis, podendo aumentar também a sobrecarga no coração, por isso o remédio é contraindicado para pacientes com problemas cardiovasculares. Acontece também para pacientes que possuem alergias de ingredientes da fórmula.

Efeitos colaterais do medicamento

O medicamento pode apresentar muitos efeitos colaterais no organismo, isso vai depender muito do paciente que está o utilizando e a quantidade da dose que foi consumida. Porém, alguns dos efeitos são mais recorrentes, vamos falar deles a seguir.

Cianopsia

Não é muito falado sobre isso, porém é um dos efeitos colaterais mais comuns e curiosos que o Viagra causa em seus usuários. Esse feito colateral pode acontecer com até 10% dos seus usuários, o efeito é o seguinte, os consumidores do medicamento enxergam tudo na cor azul e esse sintoma vai sumindo conforme o organismo do usuário vai eliminando o Viagra naturalmente.

Riscos do uso de Viagra

Priapismo

Bastante raro de acontecer com o uso do Viagra porem não impossível, é mais possível de acontecer em pacientes que são mais jovens e que possivelmente não precisam consumir o medicamento. O efeito causa a ereção, só que ela acontece de forma muito dolorosa e que duram por muito tempo, passando de 4 horas. No caso desse efeito surgir, é necessário ir para o hospital com urgência.

Dor de cabeça

Esse feito colateral é muito comum nos usuários, pelo menos 10% dos homens a sentem, porém de forma moderada e costumam passar rapidamente, podendo ser tomado algum medicamento para que ela cesse.

Outros efeitos colaterais do Viagra

Os efeitos colaterais do Viagra podem ser intensidade moderada ou de intensidade leve. O homem que o utiliza com mais frequência tendem a ter os efeitos diminuídos com o passar do tempo.

O medicamento além dos efeitos colaterais já citados a cima, também pode causar, a sensação de calor no rosto, sensação do nariz entupido e vermelhidão nos olhos, além disso também pode acontecer a sensação de refluxo e de dores nas pernas, nas costas e nas nádegas.

Esses efeitos colaterais podem ter uma duração de 12 a 24 horas no organismo.

No caso do usuário sentir dor no peito, perda repentina de visão, ereção dolorosa ou por mais de quatro horas, reações cutâneas graves acompanhadas de febre, inchaço, descamação na pele ou bolhas, no caso também de alergias ou convulsões, é necessário que procure um médio e suspensa o uso do medicamento.

É muito importante por motivos de segurança, passar em uma consulta médica antes de utilizar o Viagra e com a indicação do médico utilizar o medicamento. Passando em uma consulta você fornecerá para o médico a sua situação atual de saúde assim como a utilização de medicamentos, e com a orientação dele saberá se pode ou não consumir o Viagra.

Riscos do uso de Viagra

Contraindicações do Viagra

O Viagra pode ser muito perigoso quando é combinado com outro medicamento, como por exemplo os que são chamados de doadores de óxido nítrico ou nitratos. Quando esses medicamentos se misturam no organismo com o Viagra, tem a grande chance de acontecer uma queda da pressão arterial, o que é muito perigoso.

O medicamento também é proibido para pessoas que não podem manter relações sexuais por motivos de problemas cardiovasculares como o caso do coração fraco, pois mínimo esforços que são feitos podem causar grandes riscos para a saúde. É muito contraindicado o uso do medicamento para pessoas que possuem esse problema.

Se no caso do seu médico ou você desconfiar de algum problema cardiovascular, ele não indicará o uso do Viagra ou de qualquer outro medicamento para ereção sem ter feitos exames. Isso também acontece com pacientes com incidente neurológico ou cardiológico.

Também é contraindicado para pacientes que possuem problemas graves nos rins e no fígado, pois esses dois órgãos possuem participação na hora de eliminar as substancias do seu organismo.

Concluindo

Sempre é indicado a prescrição médica para esse tipo de medicamento pois ele pode causar problemas graves para muitas pessoas. É indicado começar o uso em pequenas doses e aumenta-las gradualmente.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *