A desistência da Band em adquirir os direitos de transmissão da Copa do Mundo da Rússia tem seus motivos. Em uma nova fase, o canal vai investir ao longo de 2018 em uma programação voltada para a mulher e para a família.

Segundo o jornalista Daniel Castro, do site “Notícias da TV”, a Copa já não consta no roteiro do lançamento da programação 2018 do canal, que acontecerá na próxima terça-feira (27), em São Paulo.

Apesar de um acerto ter sido noticiado no fim do ano passado, após André Aguera assumir a vice-liderança da Band, os rumos para este ano mudaram. Agora, o canal quer investir em uma programação leve, para reconquistar a audiência.

Além disso, é de interesse da Band ter mais opções na grade para ampliar as possibilidades de receitas publicitárias, ainda que isso quebre a tradição do canal e danifique o agora ex-slogan “canal do esporte”.

Ainda que não vá transmitir o mundial, que acontece em junho, os principais programas jornalísticos deverão fazer uma cobertura completa do evento, bem como mesas redondas que serão criadas para analisar as disputas, assim como foi feito na Copa da Alemanha, em 2006, que também não foi transmitida pelo canal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui