Número 1 do PCC e comparsa são mortos no Ceará

0
450
© Divulgaçao / SAP

Os principais vozes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) fora dos presídios, Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Souza, o Paca, foram mortos a tiros em uma suposta emboscada, nesta quinta-feira (15).

As mortes teriam acontecido numa região indígena do estado. De acordo com informações do MP (Ministério Público) ao UOL, atualmente, Gegê do Mangue era o número um na escala da chefia do PCC, acima de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, recluso na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau, a 600 km da capital, onde está a cúpula da facção.

“Esses dois homens foram mortos em uma área de reserva indígena em Aquiraz, no Ceará. Os moradores relatam que uma aeronave foi usada na ação criminosa. Um helicóptero teria efetuado voos em baixa atitude e os ocupantes efetuados disparos. O fato se deu na quinta-feira. Os corpos foram encontrados de sexta-feira (16) para sábado (17)”, explicou à reportagem do UOL o promotor, que pede para não ser identificado.

Os corpos foram encontrados perto de uma lagoa na região de Canindé, município a 118 km de Fortaleza, por um rapaz que estava colhendo frutas. O local é de mata fechada, sem acesso via estrada. O homem chamou a polícia, que recolheu os corpos e iniciou trabalho de perícia. Próximo aos corpos, havia várias cápsulas de pistolas 9 mm.

Polícia e MP trabalham com a hipótese de que eles foram vítimas de uma emboscada feita por integrantes de alguma facção rival. As mulheres deles seguem para o Ceará para reconhecer os corpos. Por Notícias ao Minuto

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here