O zagueiro Cacá, de 19 anos, destaque das categorias de base do Cruzeiro, e que já integra o elenco profissional da Raposa, foi preso em flagrante na madrugada deste domingo, na Avenida Otacílio Negrão de Lima, na orla da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte.

O jogador, que estava acompanhado de uma mulher, foi abordado por policiais, por volta de 1h30 (de Brasília), em seu veículo, um Kia Sportage branco, onde foram encontrados dois cigarros de maconha pela metade, além de oito buchas de maconha que estavam no bolso da blusa de atleta.

Carlos de Menezes Junior, o Cacá, foi encaminhado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, no bairro Alípio de Melo, e liberado em seguida. O jogador terá que voltar para prestar esclarecimentos. Em contato com a reportagem, o Cruzeiro informou que vai tratar do assunto internamente.

Mineiro, de Visconde do Rio Branco, Cacá foi um dos destaques do Cruzeiro na conquista do Campeonato Brasileiro e da Supercopa Sub-20. Na Libertadores da categoria, apesar da caminhada ruim do clube celeste, ele se destacou e chamou a atenção de empresários e analistas de desempenho de outros países. Com isso, o zagueiro se valorizou ainda mais, e o clube optou por observar o jovem, ainda com 18 anos, no profissional, onde participou do elenco campeão do MIneiro e da Copa do Brasil do ano passado.

No fim do ano passado, quando Cacá chegou a atuar em dois jogos do time profissional, comandado pelo técnico Mano Menezes. No fim de outubro, o treinador revelou a intenção de trabalhar o defensor para que ele pudesse ter mais chances no time profissional em 2019, o que realmente pode acontecer, visto que Manoel acerta os últimos detalhes para se transferir para o Corinthians.

G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here